Parque Rizzo II: Polícia Ambiental flagra cativeiro de animais silvestres

07:54 |







Na última terça-feira (25), o Policiamento Ambiental localizou no Pq. Rizzo II, em Cotia, um cativeiro com 19 pequenos primatas da fauna silvestre, entre eles micos-leões-dourados, macacos-pregos e saguis.
A apreensão aconteceu após denúncia anônima de que o cativeiro dos animais era em uma residência luxuosa, afastada do centro urbano e longe de qualquer suspeita.
No local, os policiais encontraram um verdadeiro aparato para microchipagem, além de notas fiscais falsificadas, seringas e viveiros adaptados.
A suspeita é que o local recebia macacos coletados da natureza em diversas regiões, inclusive de outros Estados e que faça parte da rede de tráfico de animais silvestres, que movimenta milhões em dinheiro sujo no Brasil e no mundo. Além do crime de ter em cativeiro espécies nativas sem autorização, já que o crime de tráfico ainda não é tipificado na lei dos crimes ambientais.
Todos os 19 animais vão receber tratamento para readaptação e soltura junto ao CRASPET. A indiciada, de 45 anos, vai responder (em liberdade) por maus tratos a dois animais.
O responsável pela apreensão, Tenente Escobar, disse à reportagem do Portal Viva Cotia que a mulher é reincidente. "Ela já tem autuação e infração ambiental".
Estima-se que para cada animal retirado na natureza e colocado à venda, outros 9 morrem nas mãos dos traficantes, vítimas do abuso e maus tratos decorrentes da captura e transporte precários. Esse crime ainda acontece, principalmente, porque há quem compre.
Atendeu a ocorrência a equipe do 3º Pelotão de Polícia Ambiental responsável pela região sudoeste da Grande São Paulo, Tenente Escobar, Cb Palese, Cb Santana, Cb Gama, Cb Lino, Cb Luciano e Sd Reis.

DENUNCIE! O SIGILO É ABSOLUTO! Não compre!
http://bit.ly/DenuncieAmbiental

0 comentários:

Postar um comentário