Vacina contra a gripe está disponível a partir de hoje para toda a população

12:58 |



Por  em junho 5, 2017


A partir de hoje (5), a vacina contra a gripe está disponível para toda a população. Com 76,7% do público-alvo vacinado, o Ministério da Saúde orientou estados e municípios a ofertar a vacina para todas as faixas etárias, enquanto durarem os estoques. A medida só é válida neste ano e foi adotada porque ainda há um estoque disponível de 10 milhões de doses.
A campanha vai até sexta-feira (9). A meta é de vacinar 90% do público-alvo, mas, até o momento, nenhum grupo prioritário atingiu o índice, que inclui crianças de 6 meses a menores de 5 anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou outras condições clínicas especiais; e professores.
O ministério alerta sobre a importância do público-alvo ainda se imunizar para evitar a gripe e seus possíveis agravamentos e ressaltou que a ampliação do público nesta última semana da campanha ocorrerá porque ainda há doses disponíveis.
.
.
Em Cotia, balanço divulgado pela Secretaria da Saúde mostra que Cotia não conseguiu atingir  a meta de imunização desejada.  No município, a menor cobertura, até o momento, é a das gestantes. Apenas 45,74% deste público-alvo foi imunizado na rede pública. A segunda menor cobertura é das crianças (apenas 53,86% tomaram a vacina). Entre as puérperas, 65,33% foram vacinadas. Já os trabalhadores da saúde e idosos a cobertura está maior, 71,77% e 85,76%, respectivamente. Mas ainda é possível se vacinar nas 24 Unidades Básicas de Saúde do município de segunda a sexta-feira das 8h30 às 16h
A vacina disponibilizada pelo Ministério da Saúde desde o dia 17 de abril protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial da Saúde para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). Segundo a pasta, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.
De acordo com o ministério, é fundamental que as pessoas se vacinem neste momento para estarem protegidas durante o inverno, quando os diversos vírus da influenza começam a circular com maior intensidade. O organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção.
Redação

0 comentários:

Postar um comentário