Vídeo Prefeitura: Veja a ação e o tempo que durou o roubo a banco em São Roque

23:08 |



24/05/2017 19:16:36



A prefeitura de São Roque liberou as imagens das câmaras de segurança que flagraram o ataque de ladrões que estouraram três caixas eletrônicos dentro do Paço Municipal desta terça-feira, 23.

Veja o tempo com dos etalhes

Terça-feira 23

Às 00:01

60 policiais civis de São Paulo, Sorocaba e São Roque estão à paisana na cidade armados e com carros descaracterizados.

Espalhados em pontos estratégicos estão em operação sigilosa. Eles sabiam, por meio do setor de inteligência que a quadrilha que monitoravam há aproximadamente dois meses, atacaria um ou dois bancos na cidade.

Uma equipe de policiais ficou preparada na saída na Rodovia Raposo Tavares, região de Mailasque. Outra equipe estava no centro, e uma terceira preparada em outra saída da cidade.

A Polícia Militar de São Roque fazia patrulhamento normalmente na cidade e não sabia da operação.

Às 02h23 ( vídeo 03h23)

A câmera de segurança da prefeitura flagra a chegada de um carro preto, Corola que para no meio da rua São Paulo na faixa de pedestre em frente a prefeitura.

O veículo veio do sentido centro. 25 segundos antes, a câmera havia flagrado um carro preto passando sentido centro, não se sabe se seria o mesmo que rapidamente teria retornado e voltado.

Do veículo Corola descem pelo menos cinco homens armados. Dois rendem os vigias, outros dois arrombam as portas de entrada da prefeitura e seguem para os caixas eletrônicos onde armam os explosivos.

Um ou dois homens ficam no apoio.

Neste momento as duas câmeras que ficam na fachada da prefeitura, uma sentido centro e outra sentido bairro Taboão, mostram apenas o carro Corola parado no local em frente a prefeitura.

Não é possível saber se há mais um carro da quadrilha em uma região mais distante na mesma rua fora do alcance da câmera sentido bairro Taboão.

Às 02h26 (vídeo 03h26)

Com o carro preto parado em frente à prefeitura ocorre a primeira explosão no banco. O impacto é forte e pode ser ouvido a quilomestros de distância.

Nesse momento, policiais civis que estão no centro se encaminham sentido à prefeitura.

No local os bandidos pegam o dinheiro e colocam no carro e voltam para o banco.

Às 02h28 (vídeo 03h28)

Às 02h28, as câmeras mostram o que parece ser disparos dos criminosos sentido centro de São Roque e eles permanecem no local.

Às 02h30 (vídeo 03h30)

Às 02h30, quatro minutos após a primeira explosão, ocorre a segunda. Nesse momento, os policiais civis já estão na rua da prefeitura próximo em uma curva sentido ao centro de São Roque.

Os criminosos saem do banco novamente com mais dinheiro e em seguida os policiais atiram e começa uma troca de tiros.

Às 02h31 (vídeo 03h31)

Às 02h31 mesmo trocando tiros com a polícia os criminosos rapidamnete entram no carro e fogem sentido Raposo Tavares bairro Taboão.

Neste momento, uma equipe de policiais que estava na Raposo Tavares em Mailasque, segue de encontro aos criminosos.

A ação é muito rápida e no caminho, no bairro Villaça ,os policiais trocam tiro com os bandidos do veículo Corola que fugiam do banco. Os policiais revidam e também avistam um Ford Fiesta, preto, parado no meio da pista.

Começa uma nova troca de tiros e o veículo Fiesta entra em uma rua do bairro Villaça e acabada parando na rua. Nele havia dois suspeitos que morreram ao serem alvejados. Eles estavam com duas armas, uma 9mm e um 38.

Outra equipe segue atrás do Corola sentido São Paulo e encontram o veículo blindado abandonado no km 57,5 da Raposo Tavares no Villaça entre o Hotel Alpino e o Posto do Alaska.

A polícia acredita que eles fugiram pelo mato ou pegaram outro carro que poderia estar fazendo cobertura.

No Corola havia marcas de sangue que a policia suspeita ter ferido um dos ocupantes.

Às 02h36 (vídeo 03h36)

Segundo a câmera e o horário do videomonitoramento, cinco minutos e meio depois, às 02h36, ainda próximo à prefeitura, policiais civis que haviam trocado tiros com os criminosos que fugiram da agência no Corola, continuam com o bloqueio, sem se aproximar do banco na prefeitura.

Nesse instante, a Van dirigida pelo ex-funcionário da prefeitura, Carlos Lofredo, segue em velocidade sentido centro de São Roque passando em frente a prefeitura indo em direção ao policiais que estão posicionados em uma curva.

As câmeras flagram a passagem do veículo que passa por uma lombada e entra na curva onde estão os policiais no bloqueio.

No boletim de ocorrência, os policiais afirmam que deram sinal para o veículo parar, porém, não ele teria obdecido. Ainda boletim, um policial que estava se protegendo em um poste, atira, informa o registro contra o motor da Van.

O veículo não parou e na curva bateu em duas viaturas descaracterizadas, porém, com sinais luminosos da polícia.

A Van levou uma rajada de mais de 100 tiros. Não se sabe se os disparos ocorram na sequencia ou depois do choque.

Carlos morreu no local. No veículo estava somente ele e não havia armas.

Às 02h37 (vídeo 03h37)

Uma viatura descaracteriza sai em velocidade passando em frente a prefeitura sentido Taboão.

Às 02h54 (vídeo 02h54)

De acordo com câmeras de segurança, às 02h54, 23 minutos após o Corola ter deixado a agência e 19 minutos após a Van ter sido atingida, os policiais se aproximam da entrada do banco e conseguem parar um carro preto que está passando em frente a prefeitura sentido centro.Nele estava um morador da cidade.

Às 02h57 (vídeo 03h54)

As câmeras ainda mostram às 02h57 os policiais parando um motociclista que seguia sentido São Roque. Ele também é morador da cidade.

Uma ambulância da prefeitura também foi atingida por disparos, porém, ela não aparece no vídeo. O motorista informou que se aproximava da prefeitura quando o veículo foi atingido. Ele abriu a porta, saiu e se escondeu.
Já em relação a Van de Carlos, não se sabe o que ocorreu entre a prefeitura e o bairro Jardim Villaça.
Em qual circunstância a Van seguiu pela Rua São Paulo, se passou pela troca de tiros, no Taboão e Villaça, se não obedeceu um primeiro pedido depara de outros policiais nesse trecho, se estava parada em algum ponto da Rua São Paulo, Taboão ou Villaça e depois saiu, ou se simplesmente seguia direto de sua casa em Mailasque para o centro de São Roque.

A polícia investiga porque Carlos não obedeceu à ordem de parada ao passar pela rua São Paulo, se ele tinha ligação com a quadrilha e porque seguiu aquele percurso naquela hora, sendo que depois na delegacia, informou a polícia, a esposa dele informou que ele não costumava a passar por ali.

A família dele disse que Carlos saiu da casa sentido São Roque para ir trabalhar em Mairinque



 


Fonte: da Redação

São Roque Notícias

0 comentários:

Postar um comentário