Saiba como se nomeiam algumas das mais bizarras práticas sexuais da humanidade

15:16 |

Bizarro

28/04/2017





Foto: Reprodução /Internet
Veja algumas das mais bizarras filias sexuais que o homem pratica
Mais do que esquisito, descobrir o “mundo das parafilias” é uma experiência surpreendente e, na maior parte das vezes, grotesca.

O significado dessa palavra abre espaço para muitos conceitos e interpretações mas, basicamente, parafilia diz respeito a transtornos sexuais, perversões, anseios, fantasias, comportamentos sexuais intensos e variantes do erotismo.

Em outras palavras, são meios pelos quais algumas pessoas têm que passar para que consigam ficar excitadas e/ou chegarem ao orgasmo.

As noções de desvio e desempenho sexual variam entre as diferentes culturas, por isso, algumas vezes, parafilia pode querer dizer “disfunção sexual”. No entanto, isso só acontece quando a atitude parafílica causa dano a alguém, sendo excessiva ou inadequada. O importante é perceber a relação entre o sujeito parafílico e seus estímulos, saber avaliar se essa pessoa é capaz de ter relações sexuais sem tais estímulos e fantasias, determinando seu grau de dependência.

Bate que eu gosto

 

Na maior parte das vezes, a parafilia acontece com os homens. Uma das explicações é que o homem é criado sob um grau de exigência mais rígido, não podendo colocar sua identidade sob suspeita, além de ter sempre que tomar decisões importantes. Isso acabaria gerando um espaço para que a parafilia surgisse, ficando no lugar do subterfúgio.

Listamos abaixo as principais parafilias, tentando juntar as que mais se parecem em “sub-grupos”. Entretanto essa não é uma classificação médica ou psicológica, mas sim uma forma de visualizar como algumas preferências sexuais podem ser algo motivante, no bom sentido, e como podem ser fruto de uma perversão, principalmente quando se torna a principal atividade sexual na vida de alguém.

Todos nós conhecem certas fantasias, taras estranhas, umas normais e conhecidas, outras bastante perturbadoras não é mesmo?

Estas taras chamam-se Parafilias e dividimos em três categorias, “Aceitáveis, Estranhas e Insanas”.

Aceitáveis

 
 Fizemos uma pesquisa e uma recolha e selecionamos algumas. Encontramos umas
novas que são assustadoramente loucas, tal como os novos tempos, o são

Agorafilia – Desejo doentio pela prática de sexo em lugares abertos, ou ao ar livre.

Agrofilia – Excitação em fazer sexo no campo/mato.

Anemofilia – É a excitação sexual com vento ou sopro nos genitais ou em outra zona erógena.

 

Coreofilia – Prazer sexual durante a dança.

Nesofilia – Consiste da atração pela cópula em ilhas, geralmente desertas.

Veja também 
 
Orquifilia – Atração sexual por testículos.

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter. 

Partenofilia – Fixação sexual por virgens.

 

Pigofilia – Atração sexual por nádegas.

Pogonofila – Excitação sexual por barbas
.

Pregnofilia – Desejo sexual por mulheres grávidas.

Tricofilia – Fetiche por cabelos e pêlos.

Estranhas


Dendrofilia – Excitação sexual com vegetais.

Gerontofilia – Atração sexual por idosos.

Maieusofilia – É uma parafilia que consiste em sentir excitação sexual pela visualização de partos.

Menofilia – Excitação sexual por mulheres menstruadas.


Insanas

 
Cinofilia – É a excitação sexual por cães.

Clismafilia – É a atração sexual causada por clisters.

Coprofilia – é a excitação e prazer sexual ao entrar em contacto com as fezes do/a parceiro/a

Conhecida como banho romano a emetofilia é a excitação em
vomitar ou com o vômito de outra pessoa 

Emetofilia – Excitação obtida com o ato de vomitar ou com o vomito de outro. Chamado de “banho romano”.

Hipofilia – Sexo com cavalos.

Necrofilia – Atração sexual por mortos, tanto pela visão quanto pelo contacto sexual.

Em grego, nekros significa “cadáver” e philia significa “amor”, daí o termo
necrofilia, que é definido como “gratificação sexual por ter relação sexual
com pessoa morta(Foto: Reprodução / Internet)

Pedofilia – Atração sexual por crianças, considerado desvio sexual e crime. Os peritos dividiram a Pedofilia em vários subtipos, para identificar se é uma tara hétero, homo, lésbica, etc. Eu acho que só deve ter um nome, para que seja bem identificado e os elementos com esta tara devem ser colocados a arder num pelourinho!

Urofilia – É a excitação associada ao ato de urinar ou receber o jacto urinário do parceiro, chegando-se, em alguns casos, a beber a urina. É também designada como Ondinismo ou Urolagnia ou pelo termo popular “Chuva Dourada”.

 

Zoofilia – desejo sexual por animais.

E pronto estas são as filias, já conhecidas por muitos de vós. Mas de tempos a tempos parecem surgir novas e há medida que o tempo avança, parecem cada vez mais difíceis de justificar. Ora aqui vão as mais recentes descobertas:

 

Autonepiofilia: Prazer em usar fraldas, babetes ou chupetas e ser tratado com o um bebé por outros adultos.

Oculofilia: Pessoas que se excitam com olhos de outras pessoas, a ponto de chegar ao orgasmos tocando, lambendo e até penetrando (?????????) a zona ocular.

Flatofilia: Prazer erótico por ouvir, cheirar e apreciar gases intestinais próprios e alheios.

 

Dentrofilia: Algumas pessoas só atingem o orgasmo quando se esfregam em troncos de árvores (mais comum), mas são conhecidas variantes por contentores do lixo e até mesmo asfalto.

Furtiling: Excitar-se penetrando com o dedo genitais recortados numa foto ou desenho.

Insuflação: Excitar-se soprando com força os orifícios corporais alheios.

Latronudia: Uma ramificação do exibicionismo em que se incluem as pessoas que se excitam despindo-se ao pé de médicos. Normalmente essas pessoas fingem doenças para realizar essa fantasia.

Microgenitalismo: Atração sexual por pênis pequenos. Quanto menor, maior a excitação.

 

Misofilia: Indivíduos que se excitam com o cheiro, a visão ou a manipulação de roupas sujas de outras pessoas.

Psicrofilia: Pessoas que chegam ao orgasmos sentindo frio ou observando outros indivíduos nessa situação.


Agalmatofilia – Excitação provocada pela observação de estátua ou modelo representativo de pessoa nua. Se a excitação acontece não apenas com a observação, mas com o uso da estátua, pode ser chamado de pigmalionismo.

Andromimetofilia – Atração por pessoas que embora tenham o sexo feminino, representem e se relacionem eroticamente como se fossem homens.

Asfixiofilia – Consiste em tentar intensificar o estímulo sexual pela privação de oxigênio, seja através da utilização de um saco plástico amarrado sobre a cabeça ou de alguma técnica de estrangulamento. Estima-se que só nos Estados Unidos entre 500 a mil pessoas morram acidentalmente por ano vítimas desta prática.

Também conhecido como hipoxifilia

 
A pessoa fica animado colocando-se em situações em que poderia
ser assassinada(Foto: Reprodução / Internet)

Autoasesinofilia – Excitação relacionada à possibilidade de encenar ou manejar uma morte masoquista de si mesmo por assassinato.

Crematistofilia – O indivíduo se excita quando é obrigado a pagar ou então é roubado por sua parceira sexual.

Coprofilia – O indivíduo excita-se e obtém prazer através do contacto com excrementos ou inalação de seu cheiro.


Quando a estimulação erótica se dá através do cheiro da urina, pode ser chamada de renifleurismo; se a urina for ingerida, chama-se urofilia.

Erotofonofilia – Excita-se com a possibilidade de matar o companheiro, coincidindo esta morte com o próprio orgasmo.

Escatofilia – Excitação através de conversas íntimas com pessoas conhecidas ou desconhecidas, durante as quais faz uso de palavras vulgares. Também conhecida como telefonescaptofilia.

 
Fotos: Reprodução / Internet

Estigmatofilia – Atração por parceiros que tenham tatuagens, cicatrizes ou perfurações no corpo com finalidade de uso de joias de ouro, principalmente na região genital.

Formicofilia – Excitação através do contacto com pequenos animais, tais como caracóis, rãs, formigas e outros insetos que deslizam, arrastam-se ou mordam os genitais, a região do períneo e os mamilos.

Isso é bizarro 

0 comentários:

Postar um comentário