LAVA JATO DESEMBARGA EM MANAUS, FAZ ESTRAGO E REVELA O QUE TODOS JÁ SABIAM HÁ MUITO TEMPO

13:28 |

Manchete

14/04/2017




Foto: Foto-montagem
Eduardo Braga, Omar Aziz, Vanessa Grazziotin e Alfredo Nascimento serão investigados na Operação Lava Jato

Finalmente a Operação Lava Jato, que vem fazendo uma verdadeira faxina ética na política brasileira, desembarga em Manaus de mala e cuia, causa estrago e deve levar gente rica, poderosa e corrupta para a cadeia.

Os três senadores do Amazonas, Eduardo Braga, Omar Aziz e Vanessa Graziottin, são citados de forma explícita e com detalhes de como a ladroagem do dinheiro público era operada.

Coincidentemente os três parlamentares foram eleitos juntos, na mesma coligação no ano de 2010, derrotando Alfredo Nascimento para o governo e Artur Neto para o Senado.

O nome do conhecido agiota José Lopes é citado com riqueza de detalhes.

Acreano de nascimento, fez fortuna no Estado do Amazonas e foi importado pelo então governador Amazonino Mendes, e até hoje frequenta os bastidores do poder do governo do estado. Indica secretários, direciona licitação e é visto com frequência nos gabinetes da Secretaria da Fazenda (Sefaz).

A citação do nome de José Lopes na delação premiada foi o detalhe que mais assustou os políticos do Amazonas, pois todos conhecem a influência e a quantidade de informações que ele possui.

Caso haja prisão do empresário, a riqueza acumulada por esse grupo político que se reveza no poder já faz mais de 30 anos, sofrerá um bombardeiro e ninguém escapará da cadeia, já que a derrota eleitoral será inevitável.

Verdadeira fortunas gastas em joias, com pagamento em dinheiro vivo, compra de imóveis em nome de laranjas, dinheiro em paraíso fiscal, tudo virá à tona, e os familiares dos políticos citados já não escondem o medo de se hospedar por longo período no Compaj, juntos com os membros do PCC e da FDN.

Mantido o ritmo de delação, com investigações na Procuradoria da República do Amazonas, será inevitável a citação e prisão dos empresários Otávio Ramam e Cameli no mar de corrupção que saqueia os cofres públicos no Amazonas há muitas décadas. Quem viver,verá. (AZ) 

0 comentários:

Postar um comentário