Joalheria H.Stern fecha acordo de delação premiada no caso Cabral

20:26 |

Política

06/04/2017



Foto: Divulgação / Polícia Federal
Joias apreendidas pela operação Calicute na casa de Sérgio Cabral
O alto escalão da joalheria H. Stern fechou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal do Rio.

O acordo já foi homologado pela Justiça, como mostra o Jornal Hoje desta quinta-feira (6).

Os depoimentos vão servir como base para investigar outros grupos políticos, incluindo também empresários, que lavaram dinheiro através do mercado de joias.

Além da delação eles vão pagar multas que somam mais de R$ 18 milhões.

Veja também!

O Acordo foi revelado pelo jornal Estado de São Paulo e confirmado pela produção do Jornal Hoje.

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter. 

(Cabral e sua mulher compraram cerca de 40 peças da H.Stern)
(Foto: Reprodução)

Assinam o acordo o Roberto Stern, presidente da joalheria; Ronaldo Stern, vice-presidente; Oscar Luiz Goldemberg, diretor financeiro; Maria Luiz Trotta, diretora comercial.

Sérgio Cabral, ex-governador do Rio, e a mulher, Adriana Ancelmo, compraram cerca de 40 peças da H. Stern e gastaram R$ 6,3 milhões.

G1


0 comentários:

Postar um comentário