Bombeiro continua busca por outra vítima que caiu com carro em rio em São Roque

18:13 |



18/04/2017 16:14:42 - Atualizado em: 18/04/2017 17:34:47



AMPLIAR FOTO
Bombeiros estão com as buscas concentradas no trecho do rio na região do bairro Guaçú


AMPLIAR FOTO
Carro caiu no rio na quinta-feira, 06.


O Corpo de Bombeiros de São Roque prossegue as buscas pela segunda vítima que caiu com um o carro no rio da Avenida Bernardino de Lucca, no fim da noite de quinta-feira, 06, durante as fortes chuvas na cidade.

As equipes chegaram a encerrar as buscas pela segunda vítima na quarta-feira, 12, após cinco dias ininterrupto de trabalho, mas, retomaram as buscas na sexta-feira, 14.

Agora, a procura segue por tempo indeterminado.

Desde sexta-feira, 14, os bombeiros de São Roque estão no rio percorrendo todos os trechos em busca da segunda vítima que estaria no carro que caiu na quinta-feira, 02.

A procura é por Diego França de Miranda, 28 anos, morador em Osasco.

Ele seria o motorista do veículo que caiu no rio da Avenida Bernardino de Lucca.

Na noite do acidente, por volta das 23h30, testemunhas viram o carro caindo no rio e apenas uma pessoa saindo do veículo sendo levada pelas águas.

Os bombeiros foram chamados e passaram a madrugada fazendo buscas.

Quando amanheceu o dia, e o nível da água baixou, os bombeiros encontraram o veículo dentro do canal a mais de 500 metros do local onde ocorreu o acidente.

Os bombeiros continuaram as buscas pela vítima.

Horas depois, com a divulgação das imagens pela imprensa, duas famílias, uma de Osasco e outra de Carapicuíba, reconheceram o carro e seguiram para São Roque onde entraram em contato com o Corpo de Bombeiros.

Uma mulher informou que o carro era de seu marido e que naquela noite ele estava em São Roque ao lado de um amigo. Eles teriam saído juntos para ver uma casa para alugar e não retornaram.

Disse que provavelmente, estariam voltando para casa, quando o carro teria caído no rio.

Desta forma, seriam dois desaparecidos e não apenas um.

Tanto a família do motorista quanto a família do passageiro, seguiram para a Delegacia de São Roque onde registraram um boletim de ocorrência de desaparecimento de Carlos Alberto da Silva 43 anos, morador em Carapicuíba e Diego França de Miranda de 28 anos, morador em Osasco.

Primeiro corpo encontrado

O Corpo de Bombeiros continuou as buscas e no domingo, 09, terceiro dia, o corpo da primeira vítima, Carlos Alberto da Silva 43 anos, foi encontrado.

Ele estava a mais de 3 km do local do acidente, preso a uma pedra no trecho do rio que passa por dentro de uma propriedade antigamente conhecida como “Camping do Jordão” no bairro Guaçú. No carro, Carlos era o passageiro.

Já Diego França de Miranda, que seria o motorista, não foi encontrado.

Buscas

Durante toda essa segunda, 17, os bombeiros permaneceram com as buscas. Nesta terça-feira, 18, os bombeiros retomaram as buscas pela manhã e continuam no período da tarde,

As equipes estão refazendo o percurso do rio pela correnteza entre os bairros Boa Vista, Guaçú e Saboó.

Diariamente, duas equipes, uma a pé dentro do rio e a outra a pé fora, pela margem, prosseguem a procura.

Os bombeiros ampliaram as buscas e seguem sentido Rodovia Castello Branco por dentro da mata no leito do rio. Eles percorrem mais de 7km.

Na semana passada as equipes de resgate contaram também com ajuda do Helicóptero Águia da Polícia Militar. A aeronave sobrevoou o rio por mais de 10 km até a Rodovia Castello Branco na divisa entre São Roque, Araçariguama e Itu.

A expectativa era avistar do alto com maior facilidade qualquer vestígio da vítima, mas, nada foi encontrado.

Nesta terça-feira, 18, os trabalhos foram reiniciados a partir do ponto onde o carro caiu na Avenida Bernardino de Lucca seguindo a correnteza até o bairro Saboó.

O nível do rio está baixo, próximo ao natural, porém, há grande quantidade de galhos, troncos de árvores, bambus e pedras.

As buscas continuam por tempo indeterminado.

Fonte: da Redação

São Roque Notícias

0 comentários:

Postar um comentário