Conheça a droga krokodil e seus efeitos devastadores; substância é muito consumida na Rússia

21:36 |

Bizarro

03/03/2017


Foto: Reprodução / R7
Reprodução / R7
Uma nova droga barata que serve como alternativa à heroína está sendo cada vez mais consumida por pessoas na Rússia e seus efeitos são devastadores. Trata-se de krokodil, que em russo significa crocodilo.

O nome faz referência a um dos efeitos colaterais, que consiste em deixar a pele do usuário esverdeada e cheia de escamas. A droga contém desomorfina, uma substância que é de 8 a 10 vezes mais forte do que a morfina. Mas, o maior problema desta nova droga, é a maneira que ela é feita.


O krokodil é feito de codeína, um analgésico que pode ser comprado em qualquer farmácia na Rússia sem prescrição médica. Uma pessoa consegue sintetizar a droga com produtos nocivos como gasolina, solvente, ácido hidro clorídrico, iodo, e fósforo vermelho.

Uma das consequências de colocar tantos produtos químicos no organismo é a irritação da pele, que em pouco tempo de uso fica com aparência escamosa. Sem surpresa, a área usada para injeção começa a gangrenar. Nas salas de emergências dos hospitais na Rússia, é cada vez mais comum a realização da amputação ou limpeza das áreas apodrecidas devido ao uso de krokodil.


A grande facilidade de se produzir krokodil e a pouca ajuda que o governo russo fornece para centros de reabilitações geram dificuldades para combater o uso da droga. Largar o vício do krokodil é muito difícil, pois a desintoxicação é muito lenta, sendo que os usuários sofrem de dores e náuseas por até um mês.


Existem poucos casos rgistrados de usuários que largaram o vício. Krokodil pode matar o viciado em mais ou menos dois anos de uso. O grande número de usuários se deve ao baixo custo da droga, para se ter uma ideia, uma dose de krokodil custa cerca de 8 dólares, o equivalente a cerca de 24 reais, enquanto uma dose de heroína na Rússia chega a custar 150 dólares, o equivalente a cerca de 464 reais.


 Fotos: Reprodução / R7

As alterações provocadas pelo krokodil também duram muito menos em relação aos efeitos da heroína. A nova droga tem duração de cerca de 90 minutos, enquanto os efeitos da heroína chegam a durar até 8 horas.

A codeína, o produto principal da droga, é responsável por 25% do lucro de todas as farmácias na Rússia. Por isso, a indústria farmacêutica luta para que o medicamento não sofra restrições na venda, continuando a ser comercializado sem receita médica.

R7 / Jornal Ciência


0 comentários:

Postar um comentário