Carro clonado é apreendido pela polícia com vereador de Ibiúna

10:27 |



23/03/2017 12:47:14



Fotos Bom dia Piedade
AMPLIAR FOTO
Veículo foi apreendido na delegacia


AMPLIAR FOTO
Carro seria clonado de uma moradora de Sorocaba


A Policia Civil apreendeu um carro, suspeito de ser clonado com um vereador de Ibiúna, quando ele dirigia o veículo em Piedade.

O caso foi registrado na segunda-feira, 21, e o parlamentar esteve na delegacia da cidade para prestar esclarecimento.

Segundo a polícia, desde de dezembro, havia a informação, por meio de ocorrência, que um carro clonado estaria trafegando pela cidade.

A denúncia foi feita por uma moradora de Sorocaba que disse ter levado uma multa em Piedade, sendo que nunca esteve na cidade.
Ela tem um veículo, Corsa Hatch, ano 2002/2003, placas de Sorocaba.
A polícia então suspeitou que havia um veículo idêntico rodando na cidade e estava investigando.
Na segunda-feira, 21, um veículo Corsa Hatch, ano 2002/2003, placas de Sorocaba, foi encontrado.
Era dirigido pelo vereador de Ibiúna, Rodrigo de Lima, 37 anos, segundo candidato mais votado.
Rodrigo disse a polícia que o carro era dele é havia comprado no ano passado em Mauá por R$ 10 mil.

Ele também afirmou no plantão policial que foi vítima, pois, não sabia que era um carro "dublê”.

No boletim ele consta como averiguado e a moradora de Sorocaba como vítima.

Ele explicou que o carro foi comprado por intermédio de seu assessor parlamentar, Alexandre José da Silva, 46 anos.

Segundo o vereador, foi ele quem apresentou do dono do carro, chamado Jair morador em Mauá.

Ainda no momento da elaboração da ocorrência na delegacia, o vereador informou que Jair alegou que o veículo pertencia a uma tia dele que já havia falecido.

Disse que precisava se desfazer do carro e assim colocou o automóvel à venda.

Comentou também que não conhece Jair e nem sabe o que ele faz. Também não imaginava que o carro estaria fraudado, pois recebeu toda a documentação.

O assessor foi chamado e prestou depoimento informando que fez o intermédio para o contato entre o vereador e o vendedor e que não participou da negociação.

Relatou ainda que não conhece Jair.

A Polícia Civil abriu inquérito e vai continuar investigando o caso. Os investigadores agora querem identificar quem é Jair e intimá-lo para depoimento.

Segundo a polícia, o carro foi alterado com placas de outro carro que é de Sorocaba.

Ainda não se sabe de onde é o carro usado na clonagem.

A polícia continua a investigação. O veículo vai passar por perícia.

O vereador foi liberado após o registro da ocorrência e informou que quer esclarecer o caso.

Disse que ele é o maior interessado no caso e foi ele mesmo quem apresentou o carro na delegacia ao receber uma ligação de um funcionário da delegacia sobre a situação.
Disse que um guincho foi chamado para pegar o carro na delegacia e não foi detido andando com o carro.

Fonte: da Redação


São Roque Notícias

0 comentários:

Postar um comentário