Governo investe mais de R$ 1 mi em museu de ET e obra é abandonada

07:24 |


PAULO PEIXOTO
ENVIADO ESPECIAL A VARGINHA (MG)
 
A presidente Dilma disse nesta semana ter "respeito pelo ET de Varginha", mas o extraterrestre que teria aparecido na cidade mineira em 1996 anda sem prestígio por lá, a julgar pelo estado de uma obra em homenagem ao ilustre "visitante".
O "Museu do ET" teve investimento de mais de R$ 1 milhão em recursos federais e é hoje apenas o esqueleto de uma nave espacial enferrujada, cercada por mato e que serve de abrigo para nove cachorros.
No local, em meio ao entulho da obra, uma placa avisa: "Aqui tem investimento do governo federal".
Localizado no alto de um morro com vista para a cidade, o memorial deveria contar toda a saga do suposto ET.
Em 2007, o Ministério do Turismo repassou ao município R$ 828,7 mil (R$ 1,1 milhão, em valores atualizados) para a obra, tocada até 2010.

Museu do ET de Varginha fica abandonado

 Ver em tamanho maior »
Paulo Peixoto/Folhapress
Anterior Próxima
além do museu, políticos da cidade já avaliam a construção de um teleférico ligando o memorial à parte baixa de Varginha
A gestão anterior, do PT, afirmou não ter a contrapartida de R$ 165,7 mil e paralisou a construção do museu.
O governo atual, do PTB, afirmou ter enviado projeto à Caixa Econômica Federal para saber quanto mais será preciso para concluir a nave.
Pelo convênio original, tudo deveria estar pronto até dezembro deste ano, mas apenas 40% está concluído.
Moradores de Varginha ouvidos pela Folha defenderam o culto à lenda do ET, mas condenaram o desperdício de dinheiro público. Muitos gostariam que o local fosse transformado em outro atrativo.
"Isso não tem lógica, já tem coisa demais do ET na cidade", disse a cozinheira Adriana Barone, 36, em referência à caixa d'água em forma de disco voador, estátuas, pinturas e quinquilharias do ET espalhadas por Varginha.
"Tudo bem manter a lenda e a expectativa de vida além da nossa. Mas jogaram dinheiro fora, e, se começaram, têm que acabar", disse o vigilante Eduardo Alves, 37.
Mudar o objeto do convênio com o ministério não é possível nem é do interesse da cidade, disse o vice-prefeito, Vérdi Melo (PSDB), que se animou após a presidente Dilma ir à cidade anteontem e pregar "respeito" ao ET.
"Tenho muito respeito pelo ET de Varginha. E sei que aqui quem não viu conhece alguém que viu ou tem alguém na família que viu, mas de qualquer jeito esse respeito pelo ET de Varginha está garantido", disse a presidente a rádios locais.
Agora, além do museu, políticos da cidade já avaliam a construção de um teleférico ligando o memorial à parte baixa de Varginha. A reportagem não localizou o prefeito anterior, nem representantes do PT local, para informações sobre a interrupção da obra.
NOVO CRONOGRAMA
O Ministério do Turismo disse que a obra consumiu até agora R$ 304 mil, e que a liberação do restante do dinheiro depende da apresentação de um novo cronograma pela prefeitura.
O suposto ET teria sido visto na cidade por três garotas em janeiro de 1996. À época, elas disseram ter avistado a criatura num terreno, em episódio nunca esclarecido.

0 comentários:

Postar um comentário